Sobre o site

Olá!

Este blog foi criado para trazer dicas de sobrevivência de ex-doutorandas e doutorandos para atuais doutorandas e doutorandos. Se você chegou até aqui porque está lutando para sobreviver ao doutorado (ou mestrado, ou qualquer outra fase de pesquisa e produção que exija muito do seu trabalho individual) saiba que você não está só e que este blog pretende te ajudar a botar as ideias no lugar e respirar de forma mais aliviada.
Se você ainda não se sente lutando, mas está simplesmente fazendo o doutorado (e afins), aproveite as dicas do blog, tire dúvidas e troque ideias antes que tudo comece a parecer muito mais difícil e doloroso do que é. Essa fase da vida/carreira não é necessariamente fácil, mas também não precisa ser um sofrimento atrás do outro.

A ideia para este blog surgiu quando eu mesma estava fazendo meu doutorado, especificamente quando entrei na fase da escrita e uma série de questões começaram a povoar meus pensamentos – desde inseguranças quanto à forma do trabalho, mas também quanto ao conteúdo. Foi aí que conversando com pessoas queridas que também estavam escrevendo teses, percebi que muitas das minhas crises eram comuns a todos nós e que, em geral, a maior dificuldade que a gente encontrava era essa sensação de solidão em relação aos problemas.
Solidão porque a fase da escrita – ou às vezes o doutorado todo dependendo da sua área de formação – é um processo bastante introspectivo: é você com você mesmo tentando apresentar todo aquele tempo de pesquisa de uma forma compreensível no papel.
Mas o que a gente percebeu com o tempo é: essa solidão existe, mas ninguém precisa enfrentá-la sozinho! Confuso? Eu explico: conversar e trocar figurinhas fazia tudo muito mais fácil. E aqui eu não estou dizendo simplesmente que conversar e desabafar faz bem. Certamente faz, mas meu ponto é: alguém já fez o doutorado antes de mim e já passou exatamente por isso que estou passando; por que não aprender com essa experiência e facilitar a minha vida com isso? Diversas vezes, eu e meus colegas reagimos como “ah, se eu soubesse disso antes!” “Ah, por que ninguém nunca me disse isso?” “Por que não fiz assim desde o começo”…
É para minimizar esse processo solitário, te ajudar com suas crises pessoais e amenizar esses suspiros que o blog está no ar!!

O blog vai trazer posts meus (mas não só) com dicas práticas que facilitam a vida de qualquer pessoa no Doutorado. Também vou trazer discussões sobre como delinear o trabalho, o que esperar do resultado final e como alcançá-lo.
Além disso, se você estiver precisando de dicas específicas quanto ao seu caso, escreva para mim, para saber mais sobre serviços de consultoria.